Warning: PDO::__construct(): MySQL server has gone away in /home/loja.geniocriador.com.br/public/system/library/db/mpdo.php on line 9 Festa e Resiliência dos Pretos No Centro Velho de São Paulo
Festa e Resiliência dos Pretos No Centro Velho de São Paulo

Festa e Resiliência dos Pretos No Centro Velho de São Paulo

  • Marca:Gênio Criador
  • Modelo: 9786586142105
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$50,00

  • Sem impostos: R$50,00
  • 01x R$50,00 s/ juros
  • 02x R$26,13* c/ juros
  • 03x R$17,67* c/ juros
  • 04x R$13,45* c/ juros
  • 05x R$10,92* c/ juros
  • 06x R$9,23* c/ juros
  • 07x R$8,02* c/ juros
  • 08x R$7,12* c/ juros
  • 09x R$6,42* c/ juros
  • 10x R$5,86* c/ juros
  • 11x R$5,40* c/ juros
  • 12x R$5,02* c/ juros
Banner divulgação PagSeguro
*2,99% a.m.

O livro FESTA E RESILIÊNCIA DOS PRETOS NO CENTRO VELHO DE SÃO PAULO originou-se de árduo trabalho da autora, com leituras de documentos históricos, entrevistas com os homens e mulheres pretas herdeiras da devoção do Rosário, da pesquisa sobre a história da Irmandade, indo além das narrativas oficiais e expondo os embates jurídicos, a demolição da igreja original no coração financeiro e administrativo da capital paulista. A autora evidencia a Resistência e conclui que a Resiliência de homens e mulheres pretas é o motivo principal para a presença de um grupo da religiosidade popular negro, ativo, no Centro velho da cidade de São Paulo, apesar da invisibilidade do povo negro e sua contribuição à cultura paulistana. As festas anuais do Rosário perpetuam a tradição da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos do Largo do Paissandu, sua identidade e revelam o símbolo marcante da presença do povo negro na cidade de São Paulo, expressão de fé e força contra a exclusão social e espacial que remonta o século XIX e ainda permanece. Sem dúvida, a leitura da obra mobiliza nossa potência (Kýdos) e a Resiliência da Irmandade dos Homens Pretos, inspirando a continuidade da luta contra as desigualdades e a construção de uma sociedade antirracista. Axé!

00

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.